E- Portefólio dos alunos Filipe,João e António da turma H do 12º ano da escola secundária de Fafe.

terça-feira

A evolução humana


Varios estudos indicam a linha provavel de evolução de Hominídios, enfatizando o parentesco biológico molecular entre os humanos e os primatas. Mostram por exemplo que, do ponto de vista genético, o homem e chimpanzé são 99% idênticos.

Cientistas de todo mundo continuam a buscar informações a cerca da origens e da evolução do homem. A procura do ``elo perdido``- o tão procurado espécime que dividiria características de primatas e de humanos - envolve grande números de pesquizadores. Ao mesmo tempo, a ciêcia tem apontado para vários ``elos perdidos``, uma ves que cada hominídios que for descoberto com idade aproximada de 4,4 milhões de anos pode ser reconhecido como novo ``elo`` na cadeia de evolução.

Em sua longa hitória evolutiva, o ser humano adaptou-se no meio ambiente e assim garantiu e ampliou sua subsistência, desenvolveu e foi capaz de produzir recursos materiais capazes de aperfeisoar seu estilo de vida. A maior parte dessas conquistas ocorreu na pre-história. O termo ``pre-história`` é uma convenção e so utilizamos porque essa nomenclatura, e a periodização sobre a qual ela se assenta é um elemento facilitador e organisador dos estudos históricos.

Ao deixar à margem da história a quase totalidade da experiência humana, essa periodização assume uma conotação negativa. As sociedades ``pre históricas ou primitivas muitas vezes são caracterizadas de maneiras igualmente negativas, a partir do critério da falta: sociedade sem Estado, sem escrita sem história, sem tecnologiae e, no plano econômico, sociedadde de economia de subsistê^ncia, sem produção de exedentes e, portanto sem mercado. Analizar essas sociedades sobre o prisma da carência significa analisá-las sob o ponto de vista da cultura do grupo a que pertence o analista, ou seja, impõe-se a própria cultura como padrão de análise e medida para as demais culturas. portanto, trata-se de uma análise preconceituosa, tendenciosa, feita de ``fora para dentro``.

A pré-história pode ser dividida em três períodos: o paleolítico ou período da pedra lascada, que se estende por mais de 2,5 milhões de anos; o neolítico ou período da pedra polida, que teve início a mais 20 mil anos; e a idade dos metais, por volta de 6000 anos a.C.
J.F.
F.A.
A.M.

Sem comentários:

Enviar um comentário